ProEXP (Programa de PD&I de Aplicações de Tecnologias 3D em Experimentos Científicos)

Na busca de cumprir a Meta 2 do Plano Futuro estabelecido em 1997, o NT3D vem induzindo cooperações com universidades e centros de pesquisa pela apresentação das potencialidades da impressão 3D para facilitação e, mesmo, viabilização de experimentos científicos. O marco temporal de criação desse programa foi em 2006 pela ocorrência de dois eventos. O primeiro foi a manifestação formal de 180 doutores de várias áreas do conhecimento e de diferentes regiões do Brasil apoiando submissão de projeto à chamada FINEP para equipamentos multiusuários, proposto pelo CTI, para aquisição de impressoras 3D e recursos para modelagem digital 3D. O segundo foi o envio para a Estação Espacial Internacional, no âmbito da Missão Centenário, um sistema experimental, planejado e construído com impressão 3D no CTI, para monitoramento de reação química entre protéinas em ambiente de microgravidade.

No âmbito das universidades, o ProEXP tem viabilizado projetos de pesquisa de mestrado, doutorado e pós-doutorado em diferentes áreas do conhecimento, tais como engenharias, artes, arquitetura, química, biologia, design, etc. Na graduação, tem viabilizado projetos de iniciação científica, TCCs e projetos de competição dos cursos de engenharia nas áreas de robótica, carros e aviões conceituais. Além das universidades, tem projetos em parceria com centros de pesquisa tais como, INPE, INT, CENPES (Petrobrás), Embrapa, CBPF.

No âmbito da inclusão social, o ProEXP tem viabilizado, pelo emprego da impressão 3D, vários projetos para o desenvolvimento de dispositivos para acessibilidade e educação.