Prêmio Faz Diferença: 'A melhor vacina contra a ignorância é o conhecimento científico', diz Sérgio Lucena

Biólogo é vencedor na categoria Ciência e Saúde



Foto do biólogo Sergio Lucena na premiaçãoO biólogo Sérgio Lucena, Diretor do Instituto Nacional de Mata Atlântica, recebeu no dia 28 de março o Prêmio “Faz Diferença” na categoria Ciência e Saúde no Hotel Copacabana Palace no Rio de Janeiro.

Professor de Zoologia da Universidade Federal do Espírito Santo, o biólogo é especialista em primatas e coordenador do projeto Muriqui que em parceria com a Secretaria de Saúde capixaba, mapeia as regiões no estado do ES, onde foram encontrados os macacos mortos pelo vírus da febre amarela silvestre.

Lucena lidera uma força-tarefa de cerca de 20 pesquisadores para vasculhar as matas e localizar os primatas, ainda vivos, antes que sejam mortos pelo vírus. O biólogo é o responsável por esclarecimentos de que os macacos não são transmissores do vírus, mas vítimas que alertam o homem do avanço da doença. É parte do seu trabalho ajudar a preservar espécies de primatas que correm o risco de extinção.

Fonte: https://oglobo.globo.com/brasil/premio-faz-diferenca-melhor-vacina-contra-ignorancia-o-conhecimento-cientifico-diz-sergio-lucena-22536808