Lixo que vale ouro

Projeto Rematronic mostra reaproveitamento inovador  


Quer um bom motivo para reaproveitarmos o lixo eletrônico? Uma pesquisa desenvolvida pelo CTI Renato Archer conseguiu extrair metais preciosos contidos em placas eletrônicas de computadores, celulares e tablets. Para isso, o projeto Rematronic usou processos mecânicos, de hidrometalurgia e biometalurgia. O empreendimento está em sua fase final e faz parte do programa Ambientronic, que deu origem a acordos com as principais entidades da indústria eletrônica. Assista ao vídeo e saiba mais: