Dra. Silvia Brandalise, do Centro Boldrini, recebe representantes do CTI Renato Archer


Equipe do CTI junto com a presidente do Centro Boldrini, Silvia Brandalise

A presidente e fundadora do Centro Infantil Boldrini, Dra. Silvia Brandalise, recebeu o diretor do CTI Renato Archer, Jorge Silva, em uma visita e reunião no hospital filantrópico especializado em oncologia e hematologia pediátrica. Acompanhado pelo pesquisador, Rodrigo Bonacin, e pelo chefe da Divisão de Aplicações e Tecnologia Sociais, Pedro Noritomi, o diretor do CTI se reuniu com Brandalise para tratar de projetos de cooperação entre as Instituições.

Além da reunião, realizada no dia 26 de fevereiro, o grupo de representantes do CTI também conheceu a estrutura atual do Centro Boldrini, hospital referência mundial no tratamento de câncer infantil e doenças do sangue.  

Centro Infantil Boldrini: Em 1978, o Clube da Lady de Campinas criou o Centro Infantil Boldrini, com a participação de profissionais da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. Na década de 1980, a médica Silvia Brandalise, professora do Departamento de Pediatria daquela Universidade, lança em nível nacional, junto com a Sociedade Brasileira de Hematologia e Hermoterapia (SBHH), o primeiro protocolo de tratamento da Leucemia Linfoide Aguda (LLA) da criança. A partir de várias doações e construção de infra-estrutura o ambulatório recebeu o título de hospital em 1986.

Declarado como Hospital de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal, o Centro atende seus pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e por convênio médico. Segundo dados do site, mais de 30 mil pessoas foram atendidas pelo Hospital, sendo 80% desse número provenientes do SUS. Além disso, só em 2017 o hospital capacitou 138 alunos da área médica.

O Centro Infantil Boldrini também conta com um Instituo de Pesquisa que hoje é considerado o maior celeiro de pesquisas científicas voltadas ao câncer pediátrico, em nível nacional.